O QUE CALATONIA?


Em grego, “kalós” significa bom e “tonia” significa tensão ou tônus, ou seja, a definição para calatonia é “recuperar o tônus ideal“.

A Calatonia é uma técnica de relaxamento profundo que leva à regulação do tônus, promovendo o reequilíbrio físico e psíquico do paciente. A Calatonia baseia sua atuação na "sensibilidade táctil", através da aplicação de estímulos suaves, em áreas do corpo onde se verifica especial concentração de receptores nervosos.

O procedimento básico da Calatonia consiste em uma série de 9 toques que o terapeuta realiza na área dos pés: em cada um dos artelhos, em dois pontos da sola dos pés, calcanhares; tornozelos além de mais um toque no início da barriga das pernas. Pode ser acrescido do décimo toque, conhecido como Calatonia da cabeça, aplicado na nuca (região occipital). Estes toques são feitos em silêncio, de forma simples e suave, durante 2 a 3 minutos em cada um dos pontos citados.

 

FONTE: http://www.calatonia.net/






UM POUCO DE HISTÓRIA

 


"A Origem da Calatonia" - Rosa Maria Farah.

Na época da segunda grande guerra mundial Sándor trabalhou no atendimento de feridos e refugiados em deslocamento pela Europa. Naquele período, dadas as precárias condições geradas pela guerra, com freqüência via-se diante de situações onde os recursos médicos, além de escassos, eram de pouca ajuda no atendimento de seus pacientes. Nesse contexto, Dr. Sándor foi designado para o cuidado de pacientes com os mais variados traumatismos, conforme ele mesmo relatou ao falar sobre o surgimento de seu método:

"Idealizou-se este método durante a segunda guerra mundial, com base nas observações feitas em casos de readaptação de feridos e congelados, no período posterior à grande retirada da Rússia. Num hospital da Cruz Vermelha foram atendidas as mais diferentes queixas na fase pós operatória, desde membros fantasma e abalamento nervoso, até depressões e reações compulsivas".

Era praticamente impossível estabelecer um limite entre o traumatismo físico e o sofrimento psicológico que atingia estes pacientes. Mas Sándor já estava atento às estreitas relações existentes entre os processos corporais e o funcionamento psico-emocional. Foi, portanto, nestas condições dramáticas de trabalho que ele tentou utilizar os 'métodos de relaxamento' usuais na época, como por exemplo o método de Schultz. Mas não obteve sucesso, pois a gravidade da condição destes pacientes não lhes permitia a concentração necessária e eles não se sentiam motivados a colaborar com a aplicação desse método. Foi quando Sándor observou o seguinte:

"Percebeu-se então, que além da medicação costumeira e dos cuidados de rotina, o contato bipessoal, juntamente com a manipulação suave nas extremidades e na nuca, com certas modificações leves quanto à posição das partes manipuladas, produzia descontração muscular, comutações vasomotoras e recondicionamento do ânimo dos operados, numa escala pouco esperada."

As duas citações acima foram extraídas de um texto dirigido à profissionais. Mas traduzindo esta última citação em linguagem coloquial, podemos dizer que Sándor está nos contando que orientado por seu conhecimento médico e por sua intuição, aplicava toques nesses pacientes de modo ainda não estruturado em uma técnica específica. Ao observar as reações positivas a estes toques notou como a atuação terapêutica propiciada pelo contato suave, atento e cuidadoso ajudava na recuperação dos pacientes, tanto na melhora física como também psicológica.

Aqueles que conhecem um pouco da história pessoal do Dr. Sándor sabem o quanto ele mesmo, bem como sua família, foi duramente atingido pelos horrores da guerra. No entanto, percebemos nas entrelinhas de sua descrição a atitude compassiva e amorosa que assumia diante do sofrimento de seus pacientes...!

Sándor trabalhou na Alemanha por mais três anos, cuidando de pacientes com queixas psicológicas ou neuropsiquiátricas. Neste período já começava a sistematizar e fundamentar sua técnica - a primeira seqüência de toques sutis da Calatonia - com base nos conhecimentos da Psicologia e da Neurologia. Em 1949 emigrou para o Brasil, onde prosseguiu seu trabalho, atuando principalmente na área da Psicologia.

Vivendo já em São Paulo, como terapeuta e professor, começou a aplicar e ensinar a Calatonia, que passou a ser conhecida por seus alunos, como um "método de relaxamento". E, como tal, passou a ser utilizada no atendimento psicoterapêutico.

Ao longo de mais de quarenta anos de trabalho, o Prof. Sándor acrescentou inúmeros outros procedimentos àquela seqüência inicial conhecida como Calatonia. Sempre mantendo as mesmas características básicas de aplicação (ou seja, estímulos táteis realizados de forma suave), idealizou várias seqüências voas de toques que passaram a ser conhecidas, juntamente com a Calatonia, como Toques Sutis. Além disso, realizou e transmitiu aos seus alunos farta pesquisa sobre os processos anátomo/fisiológicos envolvidos na aplicação destes toques.

O Prof. Sándor faleceu a 28 de Janeiro de 1992, em plena atividade criativa. 

FONTE: http://www.calatonia.net/




 

 

 





BENEFÍCIOS

 

 

  • Alívio da tensão muscular

  • Reduzir a ansiedade

  • Alívio de dores

  • Problemas com enxaqueca

  • Alívio do estresse

  • Proporciona relaxamento mental

  • Contra depressão

  • Auxilia nos tratamento dos distúrbios de ordem psicossomática

  • Auxilia no tratamento dos distúrbios glandulares



 

 

 

INDICAÇÕES

   

A Calatonia pode ser aplicada:

 

  • Mãos;
  • Pés;
  • Cabeça;
  • Pescoço;
  • Pontos específicos do corpo conforme a necessidade identificada no tratamento.

 

Calatonia na Casa Estrelas Ciganas





A Casa Estrelas Ciganas é filiada ao Sinaten – Sindicato dos Terapeutas Naturistas.

Dalillá Ferrari tem mais de 20 anos como terapeuta.

Os cursos ministrados no seu espaço são destinados a todos os que querem se desenvolvem para aplicar no seu dia-a-dia, como aperfeiçoamento como ser humano ou como formação para serem credenciados pelo Sinaten e exercer a atividade de terapeuta naturista.
A carga horária mínima para tirar a carteira corresponde a 10 cursos dentro do portfólio da Casa Estrelas.

A Casa Estrelas Ciganas trabalha com a Calatonia em 3 linhas:

1.Consulta individual com hora marcada.

2.Curso de Calatonia em grupo conforme demanda ou individual. Grupos mínimos de 5 alunos aos finais de semana. Curso que faz parte da grade para o Sinaten.  

3.Tratamento terapêutico: Tratamento é baseado no mapeamento energético dos 13 raios: total 16 sessões. Dentro deles a Calatonia poderá ser aplicada conforme a necessidade do cliente. 

 

INVESTIMENTO E AGENDAMENTO